fbpx

Medicina e Desenvolvimento Humano

Categoria

Hipertrofiando o Espírito

Categoria

Relacionamentos

O que deveria ficar melhor com o tempo? O tempo serve para amadurecer, lapidar, experienciar, decantar, sedimentar e fortalecer. Assim deveria ser com os relacionamentos amorosos. No entanto não é isso que tenho visto no consultório. Boa parte dos problemas estão relacionados com seus pares amorosos e sua sexualidade. E você (ou melhor vocês) não enxergam isso, devido à rotina e também por achar que casamento é assim. Pois é cultural achar que após casar, o namoro, a paixão, o encanto, a atração, o prazer, acabam. Tudo é obrigação. E não é. O casamento é uma conquista diária, e por se tornar cada dia mais límpida, se torna mais difícil sim. Mas não é menos prazeroso ou melhor, é muito mais prazeroso. Mas como? Amores foram feitos para serem vividos em sua plenitude. A vida pode estar sem graça, algumas pessoas querem tudo, mas não fazem nada. Algumas deixam para…

Os 3 principais motivos que atrapalham nosso sucesso!

Porque você falhou? Atendi uma pessoa esta semana e ela estava aflita! Assim que sentou começou a chorar e me disse: “ vim aqui pois estou cansada, ansiosa, triste, engordei muito, não durmo direito e quando durmo acordo cansada. Não tenho mais vontade de ter relações sexuais e meu casamento está estremecido. Sigo suas postagens e orientações nas redes sociais, mas não consigo colocar em prática. Estou aflita, minha vida está escorrendo pelos meus dedos e sinto que tenho que agir agora. Mas onde eu falhei? Onde estou falhando? ” Nós então traçamos uma estratégia e ela está pronta para o recomeço. Como todos sabem escrevi uma série chamada “Hipertrofiando o Espírito” e que está virando um livro, e lá eu explico os primeiros passos para sua transformação pessoal e profissional. Foi uma série muito legal, com muita gente me enviando mensagens, fazendo perguntas, me parando na rua, indo até…

Noites Escuras

Trabalho há mais de 18 anos como médico, e passado algum tempo comecei a notar o que muitos mestres já diziam, que as dores e doenças físicas são reflexos do sofrimento da alma. Apesar de uma sensibilidade estranha que já me acompanhava desde muito cedo, eu teimava em ser cartesiano. Até que um dia eu passei para o outro lado da mesa. Deste dia em diante, passei a ter como propósito de vida, orientar pessoas na busca do desenvolvimento humano, através da transformação pessoal e espiritual. Não, não sou um sacerdote. Sou apenas um aprendiz, cheio de imperfeições, mas que incansavelmente busca a luz na escuridão. A grande maioria das pessoas melhoram, muito mais com uma palavra de apoio e compreensão, do com que com pílulas sedativas dos sentidos. Por isso muitos saem do meu consultório sem receitas químicas. Por isso muitos me procuram para conversar, outros para escutar e…

Melhorando a saúde física e mental, trabalhando na Pedra Bruta

Não importa de onde você veio, qual seu passado, ou onde você está. Trabalhando na sua pedra bruta, lapidando as arestas, invariavelmente você irá esculpir um novo ser. Aplainar seus excessos e corrigir suas falhas alavancam seu crescimento, melhorando a saúde física e mental.   Não é o ponto de partida que importa e sim a caminhada sempre para frente. São os acidentes do caminho que vão te preparar, e certamente vão te fortalecer para que quando chegue na nova estação possa percorrer o próximo estágio com mais sabedoria. Não nascemos prontos! E em nossa caminhada nos é dado ferramentas para usarmos na lapidação de nossas imperfeições. Devemos analisar cada detalhe, aguçar a visão e com coragem analisar as falhas a serem preenchidas pela argamassa do conhecimento. As lascas que vão sendo retiradas de nossa existência não devem ser abandonadas pelo caminho, para que não sirvam de obstáculos a caminhada alheia.…

GRATIDÃO

Chegamos ao final dos 30 dias onde contei o que eu fiz, as ferramentas que usei para poder voltar ao meu caminho, depois que me despedacei tentando ajudar da forma errada. Depois de tantas desilusões e injustiças que passamos, eu na minha mocidade, prometi que nunca mais ninguém iria fazer novamente o que fizeram comigo e com os meus. Saí cegamente para a luta diária, saía cedo sem hora para voltar, muitas vezes nem voltava, me embrenhei nas lutas diárias do ter. Naquele momento eu queria ter apenas um lugar onde todos que eu gostava pudessem sobreviver com dignidade e não mais sofrer. Inocência da criança que ainda me habita, ânsia e imaturidade da juventude que vê apenas os confetes, e esquece que após o bloco passar alguém terá que limpar o chão. Na chamada crise dos 40 parecia que eu estava em uma camisa de força aprisionado nas minhas…

PEDÁGIO

Estamos chegando ao final da jornada de 30 dias, onde mostrei a vocês que a transformação é possível, que você poderá melhorar sua vida, que toda essa mudança está em suas mãos. São vários conceitos novos, paradigmas que devem ser quebrados, são crenças que devem ser esquecidas, são hábitos que devem ser cultivados. Nós vamos nos tornando marionetes da vida, mas de uma vida que não escolhemos. E como pode? A questão é que deixamos de viver a nossa vida para viver a vida alheia, e neste ponto, nós perdemos o poder da escolha, quem escolhe é o outro. São os coadjuvantes tomando o protagonismo de sua vida. Às vezes nosso coração está repleto de angustias, prestes a explodir, nosso pensamento está repleto de ódio, vingança, culpa, solidão, sensação de incapacidade, um grande vazio. Porque eu? A cada dia nós alimentamos nossos sentimentos mais pequenos e mesquinhos e não vemos…

DIVIDE EM 60 PARCELAS?

Estes dias vi um vídeo onde uma moça estava correndo na praia e caiu. Tinha mais duas pessoas próximas e outra filmando e continuaram como estavam, ou seja, filmando, olhando, arrumado o cabelo. Isso para não falar de vários outros vídeos que andam de “zap em zap” onde mostram pessoas em acidentes, em perigo, necessitando de ajuda, e outras filmando, tirando fotos, fazendo selfie. Estes acontecimentos passam despercebido a consciência porque ela está distraída com os flashes e curtidas, mas o nosso subconsciente capta a essência dos acontecimentos e vão aos poucos nos minando. Lá no subconsciente passamos a achar que a vida não tem sentido, que não tem finalidade, é apenas mais uma, é obra do acaso. E passamos a achar que tais atitudes e posturas que hoje vemos aos montes são comuns, são normais. Estamos com algum problema não acham? Mas o problema não é com a vida,…

A ILHA DO TESOURO

E um dia me vi navegando em mar aberto indo atrás de um tesouro! Saímos pelo mundo em busca do sucesso financeiro, que teoricamente nos traria o reconhecimento pessoal. Tudo nos é oferecido com a ideia de que se trabalharmos cada dia mais, se ganharmos cada dia mais, se mais e mais, um dia voltaríamos para casa com a recompensa da bonança, da estabilidade financeira, e da tão desejada paz e felicidade, nem que seja comprada. Distraídos no nevoeiro saímos em nossa jornada olhando para todos os lados, encantados com o oceano de possibilidades. Achamos saber o necessário e vamos navegando rumo a tal ilha orientados pelo ego. Todos os dias navegamos mais e mais, nos distanciando da ilha sem perceber. Chega o dia então que o vento começa a diminuir, as velas começam a rasgar, a velocidade da embarcação começa a diminuir e quando percebemos estamos à deriva. Os…